domingo, 20 de julho de 2008

O VALOR DA AMIZADE

Numa aldeia vietnamita, um orfanato dirigido por um grupo de missionáriosfoi atingido por um bombardeio. Os missionários e duas crianças tiverammorte imediata e as restantes ficaram gravemente feridas. Entre elas, umamenina de oito anos, considerada em pior estado. Era necessário chamarajuda por uma rádio e ao fim de algum tempo, um médico e uma enfermeira daMarinha dos EUA chegaram ao local.Teriam que agir rapidamente, senão a menina morreria devido aostraumatismos e à perda de sangue. Era urgente fazer uma transfusão, mascomo? Após alguns testes rápidos, puderam perceber que ninguém ali possuíao sangue preciso. Reuniram então as crianças e entre gesticulações,arranhadas no idioma, tentavam explicar o que estava acontecendo e queprecisariam de um voluntário para doar o sangue. Depois de um silênciosepulcral, viu-se um braço magrinho levantar-se timidamente. Era um meninochamado Heng. Ele foi preparado às pressas ao lado da menina agonizante eespetaram-lhe uma agulha na veia. Ele se mantinha quietinho e com o olharfixo no teto. Passado algum momento, ele deixou escapar um soluço e tapouo rosto com a mão que estava livre. O médico lhe perguntou se estava doendoe ele negou. Mas não demorou muito a soluçar de novo, contendo as lágrimas.O médico ficou preocupado e voltou a lhe perguntar, e novamente ele negou.Os soluços ocasionais deram lugar a um choro silencioso mas ininterrupto. Eraevidente que alguma coisas estava errada.Foi então que apareceu uma enfermeira vietnamita vinda de outra aldeia. Omédico pediu então que ela procurasse saber o que estava acontecendo comHeng. Com a voz meiga e doce, a enfermeira foi conversando com ele eexplicando algumas coisas, e o rostinho do menino foi se aliviando... minutos depois ele estava novamente tranqüilo.A enfermeira então explicou aos americanos: "Ele pensou que ia morrer; nãotinha entendido direito o que vocês disseram e estava achando que ia terque dar todo o seu sangue para a menina não morrer."O médico se aproximou dele e com a ajuda da enfermeira perguntou:- "Mas se era assim, porque então você se ofereceu a doar seu sangue?"E o menino respondeu simplesmente:- "Ela é minha amiga."


terça-feira, 15 de julho de 2008

Fotos da Festa Caipira














E pra quem não viu....
Um apanhado geral das fotos julinas publicadas no Orkut da galera.
Foi muito divertido!!!! lol lol lol lol

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Nova Ferramenta no Blog

Oi amados!
Bom , venho apenas esclarecer do que se trata esta figura que agora se encontra ao final da página do blog. Trata-se da mais nova onda do GOOGLE, é o Lively. Ele é, na verdade, um chat só que todo em 3d e você cria sua "cara" na sala para que os outros lhe vejam e possam falar com você (como nos chats que conhecemos). Nós já temos a nossa sala de bate-papo criada e para entrar, basta ter o Google Lively instalado no pc e acessar a imagem que está lá no final do nosso BLOG.
Espero poder encontrar alguns de vocês na nossa sala que ainda está em construção!
Para baixar o Google Lively clique aqui.

terça-feira, 8 de julho de 2008

JMJ 2008 - ENTREVISTA

Segue ai para gente conferir entrevista com Beta lá de Brasília, que estará viajando comigo na Jonada Mundial da Juventude e está muito empolgada..espero que gostem, A paz de Jesus e o amor de Maria!!!

1) Nome, ocupação e idade:

- Roberta Gomes, Jornalista, 24 anos.

2)Quais as suas espectativas em relação a JMJ2008?

- espero q esta jornada seja uma amostra viva de que a juventude católica mundial está mais ativa do que nunca.

3)Roberta, o que Deus representa em sua vida?

- Deus pra mim representa tudo. É meu melhor amigo,melhor conselheiro. Na minha vida grandes milagres foram feitos por ele.

4) Um desejo seu para um mundo melhor:

- O meu desejo é que as pessoas se perdoem e se amem verdadeiramente.

5) Uma mensagem para os jovens do MEJ da Paróquia de São Benedito de Pilares, Rio de Janeiro:

- Queridos jovens cariocas, que vocês sigam a Jesus sempre. Só Ele salva. Sejam exemplos vivos de Cristo. Vivam segundo as suas leis e amem, amem muito, principalmente aqueles que não amam vocês, porque são estes que te levaram ao céu.

Obrigado Beta você é demais, que o Senhor Deus lhe cubra de graças, ele é o nosso Rei e guia nossos passos e não nos deixa fraquejar. Que o seu coração sempre fique aberto para Deus agir, amém!!!

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2008 - SYDNEY, AUSTRALIA


Olá amados e amadas, eu estou aqui para dizer que com muito orgulho vou estar viajando para Sydney - Australia, numa experiência maravilhosa, reunido com jovens do mundo inteiro para participar da JMJ 2008 - Jornada Mundial da Juventude 2008 (WYD 2008 - World Young Day 200). Saiba que em Cristo somos Um, e nessa unidade que buscamos em nosso movimento estaremos juntos de coração e pensamento, em plena sitonia. Agradeço a todo carinho de vocês e a surpresa da equipe, vocês mudam a minha vida. Deus é muito bom para mim, que ele possa aumentar a minha fé a cada dia, e que um dia eu possa ser digno de tudo isso, que eu nunca me afaste de ti, meu Senhor e meu Deus. Nossa Senhora, Mãe Maria, interceda por mim e por esse movimento, para que possamos ser instrumentos na mão de Deus, reflexo Dele em nossas atitudes, que tenhamos coração puro e a certeza de que crendo em Cristo e seguindo seus mandamentos, somos mais que vencedores.Manda avisar que eu vou voltar, ou melhor nós vamos voltar!!! " Movimento não fica parado (enquanto não ver) Jesus Sacramentado!!!"
Um só coração e uma só alma!!!

terça-feira, 1 de julho de 2008

O Precioso Sangue de Cristo

O mês de julho a Igreja dedica ao preciosíssimo Sangue de Cristo, derramado pelo perdão dos nossos pecados. E o dia 2 de julho é o dia do Sangue de Cristo. O Sangue de Cristo representa a Sua Vida humana e divina, de valor infinito, oferecida à Justiça divina para o perdão dos pecados de todos os homens de todos os tempos e lugares. Quem for batizado e crer, como disse Jesus, será salvo (Mc 16,16) pelo Sangue de Cristo.
Em cada Santa Missa a Igreja renova, presentifica, atualiza e eterniza este Sacrifício de Cristo pela Redenção da humanidade. Em média, a cada quatro segundos essa oferta divina sobe ao Céu em todo o mundo.
O Catecismo da Igreja ensina que mesmo que o mais santo dos homens tivesse morrido na cruz, seria o seu sacrifício insuficiente para resgatar a humanidade das garras do demônio; era preciso um sacrifício humano, mas de valor infinito. Só Deus poderia oferecer este sacrifício; então, o Verbo divino, dignou-se assumir a nossa natureza humana, para oferecer a Deus um sacrifício de valor infinito. A majestade de Deus é infinita; e foi ofendida pelos pecados dos homens. Logo, só um sacrifício de valor infinito poderia restabelecer a paz entre a humanidade e Deus.
“Mas eis aqui uma prova brilhante de amor de Deus por nós: quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. Portanto, muito mais agora, que estamos justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira” (Rm 5,8-9). São Pedro ensina que fomos resgatados pelo Sangue do Cordeiro de Deus, mediante “a aspersão do seu sangue” (1Pe 1, 2). “Porque vós sabeis que não é por bens perecíveis, como a prata e o ouro, que tendes sido resgatados da vossa vã maneira de viver, recebida por tradição de vossos pais, mas pelo precioso Sangue de Cristo, o Cordeiro imaculado e sem defeito algum, aquele que foi predestinado antes da criação do mundo.” (1Pe1,19)
Ao despedir dos bispos de Éfeso, em lágrimas, S.Paulo pede que cuidem do rebanho de Deus contra os hereges que já surgiam naquele tempo, porque este rebanho foi “adquirido com o seu Sangue” (At 20,28).
Para os judeus a vida estava no sangue (cf. Lv 11, 17), e por isso eles não comiam o sangue dos animais; na verdade, a vida está na alma e não no sangue; mas para eles o sangue tinha este significado. É muito interessante notar que no dia da Páscoa, a saída do povo judeu do Egito, naquela noite da morte dos primogênitos, Deus, segundo o entendimento do povo, mandou que este passasse o sangue do cordeiro imolado nos umbrais das portas para que o Anjo exterminador não causasse a morte do primogênito naquela casa.
Este sangue do cordeiro simbolizava e prefigurava o Sangue de Cristo, da Nova e Eterna Aliança que um dia seria celebrada no Calvário. É por isso que S.João Batista, o Precursor de Jesus, ao anunciá-lo aos judeus vai dizer: “Este é o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo” (Jo 1, 19). É a missão de Cristo, ser o Cordeiro de Deus imolado por amor dos homens.
É este Sangue de Cristo que nos purifica de todo pecado:
“Se, porém, andamos na luz como ele mesmo está na luz, temos comunhão recíproca uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (1Jo 1, 7). “Jesus Cristo, testemunha fiel, primogênito dentre os mortos e soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, que nos lavou de nossos pecados no seu Sangue e que fez de nós um reino de sacerdotes para Deus e seu Pai, glória e poder pelos séculos dos séculos! Amém.” (Ap 1, 5)
“Cantavam um cântico novo, dizendo: Tu és digno de receber o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste imolado e resgataste para Deus, ao preço de teu Sangue, homens de toda tribo, língua, povo e raça; e deles fizeste para nosso Deus um reino de sacerdotes, que reinam sobre a terra” (Ap 5, 9-10).
Os mártires derramaram o seu sangue por Cristo, na força do seu Sangue: “Mas estes venceram-no por causa do Sangue do Cordeiro e de seu eloqüente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte” (Ap 12, 11). O Apocalipse ainda nos mostra que os santos lavaram as suas vestes (as almas) no Sangue de Cristo: “Esses são os sobreviventes da grande tribulação; lavaram as suas vestes e as alvejaram no Sangue do Cordeiro” (Ap 7, 14).
Hoje esse Sangue redentor de Cristo está à nossa disposição de muitas maneiras. Em primeiro lugar pela fé; somos justificados por esse Sangue ensina S. Paulo: “Mas eis aqui uma prova brilhante de amor de Deus por nós: quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. Portanto, muito mais agora, que estamos justificados pelo seu Sangue, seremos por ele salvos da ira” (Rm 5, 8-9).
Ele está à nossa disposição também no Sacramento da Confissão; pelo ministério da Igreja e dos sacerdotes o Cristo nos perdoa dos pecados e lava a nossa alma com o seu precioso Sangue. Infelizmente muitos católicos ainda não entenderam a profundidade deste Sacramento e fogem dele por falta de fé ou de humildade. O Sangue de Cristo perdoa os nossos pecados na Confissão e cura as nossas enfermidades espirituais e psicológicas.
Este Sangue está presente na Eucaristia: Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus. Na Comunhão podemos ser lavados e inebriados pelo Sangue redentor do Cordeiro sem mancha que veio tirar o pecado de nossa alma. Mas é preciso parar para adorá-lo no Seu Corpo dado a nós. Infelizmente muitos ainda comungam mal, com pressa, sem Ação de Graças, sem permitir que o Sangue Real e divino lave a alma pecadora e doente.  
Prof. Felipe Aquino

CHAT - by google lively